Oi gente, como vão? Hoje trago mais uma série que entrou na minha vida de uma forma que não consigo ficar sem. As Telefonistas da Netflix. Título original: Las Chicas del Cable. 


Em 1928, uma moderna empresa de telecomunicações começou a operar em Madri. A série narra a virada que dá a vida de quatro jovens mulheres, quando começam a trabalhar nessa empresa. Os quatro se sentem ligados de maneiras diferentes à sua família, seu parceiro ou suas memórias.
A Netflix tem me surpreendido cada vez mais com o espaço que outros países inclusive o Brasil está tendo para criar, expressar e nos mostrar ótimas produções. Las Chicas del Cable é uma produção da Espanha. 



Depois vou fazer um post com as frases que mais gostei. Essa série é uma lição de vida para mulheres. <3



A história gira em torno das mulheres e amigas, AngelesMarga, Carlota e Lídia/ Alba. A história é comovente e cheia de momentos fortes. Com muitas mensagens ao longo dos episódios, é o tipo de série que TODA mulher deveria assistir. Conta da força, resistência, amor e dedicação que as mulheres tinham que ter para enfrentar as barreiras do dia a dia em uma sociedade extremante machista. O ponto alto é a luta para sair das garras dos homens. Como assim, Mica? O "sair das garras" é de várias formas, marido abusivo, chefe inescrupuloso, homens que querem comandar e mandar nas mulheres. Conseguir o reconhecimento para essas mulheres era algo muito difícil. 
Se a gente trabalha hoje é graças o esforço de cada mulher, toda dor e luta. Essa é uma série que retrata apenas uma história de luta e superação, imagine tantas outras espalhadas por aí. 
Dia 8 de março é só um dia. Queremos respeito os outros 364.  


A série tem a parte do romance e muito drama. A personagem principal Lídia/Alba me deu inúmeras sensações e uma delas foi a raiva. Com a Lídia é um caso de amor e ódio ao longo dos episódios. 
Gosto bastante da Carlota, sua determinação e os risco que corre para ser feliz é inspirador. A Angeles é uma sortuda sofredora, sempre consegue sair das situações ruins, mas ainda continua sendo manipulada por homens. Abaixo ao patriarcado. Porém, no final da 3ª temporada ela parece que tomou jeito. 
A Marga é a mais tranquila, tem alguns conflitos e é a personagem que mais apoia as outras. 

Recomendo muito que vocês tirem um tempo para conhecer essa série e se apaixonarem. 

Feliz nosso dia, todos os dias. Mulheres fortes. <3 
Cada uma com sua história, sua luta e querendo seu espaço.