Oi gente, como vão? Não sei vocês mas eu estou de cara com esses lançamentos da Netflix ultimamente, não estou dando conta de ver não, me ajudem. HAHA
Tudo que assisto já penso em escrever para vocês, mas a frequência de filmes e séries boas está tão grande que ando cada vez mais atrasada com esses posts de dicas. Vou tentar atualizar tudo até o fim de março, prometo. 
Bom, hoje venho trazer pra vocês esse lançamento TOP, sério. Filme prense de uma forma que quando acaba você quer mais. Parece que quando está ficando bom...acaba.


Na trama acompanhamos a história de Willowdean (Danielle Macdonald), uma garota gorda que vive em uma cidadezinha do Texas e é muito, mas muito fã da cantora Dolly Parton. Embora Will não se importe muito com o seu peso, sua aparência afeta profundamente o relacionamento que ela tem com a mãe, Rosie (Jennifer Aniston), cuja vida inteira gira, até hoje, em torno de um concurso de miss que ela venceu em 1991.
O filme foi baseado em um livro, não tive a oportunidade de ler, conheci primeiro o filme. O filme já me ganhou pelo trailer, sim, trailers são mentirosos, mas esse não é, eu fiquei empolgada e comecei assistir. No início achei que ia ser um pouco depressivo,  principalmente pelas cenas iniciais, os diálogos entre mãe e filha e a forma de "carinho" como a Rosie chama a Will, aquilo me incomodou tanto. 
Conforme os diálogos foram passando eu fui pegando um ranço da mãe da Will. Achei a performance da Jennifer muito boa. Diferente das personagens boazinhas que sou acostumada a ver. (Não significa que ela é vilã) Mas a falta de conversas mais profundas entre elas acabam refletindo muito no relacionamento mãe e filha. 



A representação da amizade foi abordada de uma forma tão linda. Todo mundo tem inseguranças e tudo bem ter.  Ellen e Will  cresceram juntas, as duas sabem tudo uma da outra e estão sempre ali para se ajudarem. Ellen, por exemplo, não tinha interesse nenhum em se inscrever no concurso de miss, mas apoia Will nessa ideia que, de início, parece uma loucura. Ellen tinha suas inseguranças mas a Will estava mais focada nas suas e acabou deixando muitas coisas interferirem nessa amizade. Mas isso acontece muito com a gente, né? Esquecemos dos outros e focamos só em nós. 


"UM CORPO DE BIQUÍNI É UM CORPO USANDO UM BIQUÍNI”

Me identifiquei muito com essa frase recentemente fiz um texto sobre aceitar o próprio e aproveitar mais os momentos da vida. Você pode ler AQUI
Gente, o filme é lindo, tem frases e é inspirador. 
Eu precisaria ter visto um filme desse na minha adolescência, talvez eu não teria sido tão insegura e aproveitado mais cada oportunidade. 

Já assistiram?